PUBLICIDADE

Mariscos e caldo de jerez

Localizado em um dos prédios mais emblemáticos do centro de São Paulo, o Esther Rooftop, restaurante dos franceses Benoit Mathurin e Olivier Anquier, tem cardápio renovado.

A cozinha é comandada pelo chef Benoit, que trouxe a culinária francesa de bistrô com pegada contemporânea caracterizada por diversas influências, como brasileira e asiática. Da barriga de porco “pururucada” coberta com maionese de alcaparras e suculentos mariscos (veja receita ao lado), passando pelo “Terrine do meu avô” – receita de família do chef que é sucesso absoluto –, aos pratos de carne e peixe, tudo fica ainda melhor quando consumido na área externa do restaurante, apreciando a bela vista.

Mariscos e caldo de jerez
Para 10 pessoas

Igredientes
  • 60 sarnambis
  • 60 mexilhões
  • 100 g de sal grosso
  • Gelo
  • 150 g de manteiga
  • 10 ramos de tomilho
  • 20 bastões de salsão
  • 10 dentes de alho
  • 300 ml de creme de leite
  • 300 ml de jerez real Tesoro Fino
Preparação dos mariscos

Para cada tipo de marisco, fazer separadamente a seguinte operação: coloque os mariscos num grande volume de água com sal grosso e gelo para mantê-los bem frescos.
Deixe-os por 30 minutos.
Depois, mexa os mariscos durante um minuto. Eles vão soltar areia da casca.
Tire-os da água e repita a operação duas vezes. Então, guarde-os na geladeira (o mais rápido possível) até usar.

Preparação dos mariscos

Numa panela, coloque os mariscos, a manteiga, o salsão, o tomilho, o alho, o creme de leite e o jerez. Tampe e deixe cozinhar até a abertura de todos os mariscos (pode demorar entre 5 e 10 minutos, dependendo do frescor dos mariscos e da temperatura de todos os produtos).

Monte no prato os mariscos, a guarnição e o caldo, e finalize com ervas frescas do seu gosto. Pode servir com pão baguete para chuchar esse caldo maravilhoso.

Esther Rooftop
Rua Basílio da Gama, 29
estherrooftop.com.br
@estherrooftop

compartilhe

PUBLICIDADE

Você pode gostar

Desmistificando o veganismo

Quando decidi me tornar vegetariano, ouvi de várias pessoas que ficaria doente. Que um garoto de 15 anos precisava comer carne para formar músculos e ter força. Mesmo assim, continuei firme na minha decisão. Hoje, mais de 20 anos depois, sou um homem de 1,86 m e peso cerca de 90 kg, muito bem, obrigado.

continuar lendo...

Assine nossa newsletter!

Receba avisos sobre novos artigos e novas edições do jornal.