PUBLICIDADE

Mãos de fada

Fotos: Divulgação; photoguns/iStock (mãos)

Mãos de Fada - Dermatite na Pandemia - Jornal aQuadra

A higiene rigorosa das mãos durante a pandemia fez aumentar os casos de dermatite, secura e irritação, segundo pesquisa apresentada no Simpósio da Academia Europeia de Dermatologia e Venereologia.

A dermatite das mãos já atinge duas em cada três pessoas – isso se deve ao impacto do aumento da lavagem das mãos e do consumo de produtos à base de álcool.

“Após o uso do álcool em gel, é recomendável aplicar um cosmético específico para as mãos, formulado com ativos de alta propriedade hidratante, como ureia e ácido hialurônico.

Ao lavar as mãos, invista em sabonetes menos agressivos e, depois, utilize um hidratante”, recomenda a dra. Letícia Bortolini, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

@dra.leticiabortolini

#achamosegostamos

Gramado
Terapeutics Lavanda Creme para as Mãos contém propriedades calmantes para hidratar e suavizar e pele. @granadopharmacias

Mãos de Fada - Dermatite na Pandemia - Jornal aQuadra

Caudalie
Creme Mãos e Unhas é enriquecido com polifenóis de uva antioxidantes, nutre e protege as mãos. @sephorabrasil

Mãos de Fada - Dermatite na Pandemia - Jornal aQuadra

compartilhe

Share on facebook
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on twitter
PUBLICIDADE

Você pode gostar

Dedicação total

Sensível às causas ambientais e à proteção aos animais, Alexandre Soares fundou a ONG Patas Para Você, e teve papel importante na aprovação da Lei Sansão, que garante prisão a quem infligir maus-tratos a animais.

continuar lendo...
Jornal aQuadra - Vida de Bairro - Praça Gastão Vidigal

Praça Gastão Vidigal

Difícil achar quem more na região da Faria Lima e não frequente a Praça Gastão Vidigal. Localizado no coração do Jardim Paulistano, entre as ruas Desembargador Mamede e Laerte Assunção, e preservado pela associação de

continuar lendo...

Editorial edição 23

Com esta edição, que marca um momento muito especial para mim – a comemoração de quatro anos do jornal –, tenho ainda mais convicção de que nunca devemos parar de sonhar, pois são os sonhos que nos impulsionam a seguir em frente e a ter motivos para continuarmos festejando, sempre.

continuar lendo...

Assine nossa newsletter!

Receba avisos sobre novos artigos e novas edições do jornal.