PUBLICIDADE

As nossas escolhas na CASACOR São Paulo

Com o tema A Casa Original e provocações sobre o viver natural, ancestral e o morar na era digital, a mostra reúne 56 ambientes, em exibição no Parque Mirante, até 15 de novembro.

Casa Cor 2021 São Paulo - Jornal aQuadra

A experiência proposta pela CASACOR São Paulo começa logo na entrada, onde o artista convidado, Felipe Morozini, apresenta uma instalação sinestésica e imersiva. Ele convida o visitante a entrar no universo de CASACOR, por meio de um grande túnel, no qual as moradas da natureza, como colmeias, ninhos de João de Barro, cupinzeiros, conchas de moluscos e casulos, representam a casa ancestral, dando início à grande viagem proposta pelo evento.

A casa estava no centro da vida comum, para todos. Ali podiam se encontrar, e às vezes se contradizer, a técnica, a economia, a cultura coletiva, a escolha pessoal, os deveres, os arranjos. Para o consumo e a produção, ela criava todas as indagações sobre as instâncias que organizavam a realidade, sobre os atores que a produziam, do arquiteto ao pedreiro, sobre os hábitos dos moradores diferenciados pela apropriação do espaço. Fernand Braudel, que dedicou à casa um capítulo de sua ‘Civilisationmatérielle’, a situa entre os consumos necessários e os consumos supérfluos, convidando a julgar a parte respectiva das permanências e das mudanças, a intervenção do tempo.

Voltamos para a Casa Cor, a casa contemporânea é plural, híbrida, biofílica. Ela discute, resgata e incorpora. Tal como a casa de Braudel, volta para o centro da vida e abraça as tantas nuances sociais e culturais, a transitoriedade e o futuro.A casa representa estas inquietações com algumas belas surpresas. Tempo incerto e de crise climática, vale dizer que nesta edição, a CASACOR São Paulo fará 100% de compensação para suas emissões de carbono, além de ter a certificação Lixo Zero e o selo HBC (HealthyBuildingCertificate), que atesta saudabilidade no ambiente do evento.Siga nas imagens e descubra as nossas escolhas desta edição.

Casa Cor 2021 São Paulo - Jornal aQuadra

1 – Nildo José – Casa Olaria NJ+. Uma homenagem à cerâmica, que acompanha a história das civilizações desde a descoberta do fogo, permeia todo o ambiente de 200 m² do NJ+ arquitetos. Imagem: MCA Estúdio

Casa Cor 2021 São Paulo - Jornal aQuadra

2 – Estudio Guto Requena – Casa LG ThinQ. Parceria com o estúdio Pax.Arq, o projeto open-source de fabricação digital une design, arte, tecnologia e sustentabilidade em uma casa conectada com o futuro. Imagem: MCA Estúdio

Casa Cor 2021 São Paulo - Jornal aQuadra

3- A estreante, Gabriela de Matos, abre a mostra falando de ancestralidade africana. “Uma palavra do idioma iorubá que significa “pedir licença ou permissão” batiza o espaço de boas-vindas, de 45 m². “Ele traz uma perspectiva afro-brasileira e ameríndia sobre a casa, em que os limitesda morada não são definidos por paredes, mas pelas relações com o ambiente, nós mesmos e as pessoas ao redor”, conta a arquiteta. No centro, o banco de taipa feito no local representa a tecnologia milenar e ancestral. Fundamental participação. Imagem: Salvador Cordaro.

Casa Cor 2021 São Paulo - Jornal aQuadra

4 – Ana Weege – Living Galeria Perspectiva. Para marcar sua estreia na mostra, Ana Weege desenvolveu seu projeto inspirando-se nos elementos da natureza e em suas formas orgânicas. No terraço sensorial, acomodada sobre o cocho feito de areia, uma esfera de 50 quilos de quartzo hematóide (pedra da cura) evoca saúde. Obras do artista plástico Gian Luca Ewbank, instaladas no piso do hall galeria, conduz os olhares atentos dos visitantes. O sofá Marc desenhado por Ana Weege, faz parceria com o aparador bar, assinado por Gustavo Bittencourt e com a poltrona Fartura, de Tiago Curioni. Casa viva com humor e cultura. Imagem: Evelyn Muller

Casa Cor 2021 São Paulo - Jornal aQuadra

5 –BC Arquitetos – Casa Alva. Os arquitetos Bruno Carvalho e Camila Avelar @bcarquitetos apresentam uma casa de 180 m², construída em estrutura metálica desmontável, como uma caixa monocromática. A Casa Alva tem traços simples e traz elementos delicados e sensoriais, representados por recortes, curvas e texturas que, aos poucos, revelam os espaços (living, cozinha, escritório, suíte, spa e piscina), integrados e conectados pela natureza, a água, o vento e a luz. Respiro bom. Imagem: MCA Estúdio

Casa Cor 2021 São Paulo - Jornal aQuadra

6- Ateliê Deca, por Leo Romano. A arquitetura com inspiração nórdica traz leveza, empregando materiais na construção 100% reutilizáveis, em especial este cantinho de trabalho. Imagem: MCA Estúdio

Infos práticas: Visitação e compra de ingressos

Entre as medidas de segurança essenciais para a realização da CASACOR São Paulo, está a adoção do fluxo de visitação programada. Isso quer dizer que, no ato da compra do ingresso, o visitante deve escolher o horário da visitação e sua entrada na mostra ficará garantida e agendada para um grupo com número limitado de pessoas, com número de circulação de pessoas controlado. Os grupos de visitação, serão liberados a cada 30 minutos, com lotação máxima de 120 pessoas por horário. Cada visita terá duração de 2h30 e haverá 20 minutos de tolerância em caso de atrasos.

Protocolos de visitação

A organização vai aplicar todos os protocolos vigentes na cidade de São Paulo. O primeiro deles torna obrigatória a apresentação da comprovação de vacinação com pelo menos 1 dose. É imprescindível a apresentação do passaporte da vacina, acessado pelo e-Saúde SP (https://e-saudesp.prefeitura.sp.gov.br/public-login) ou até mesmo pelo Conecte SUS, do Governo Federal (https://conectesus-paciente.saude.gov.br/menu/home).

A medida é obrigatória na cidade de São Paulo, portanto, todos, inclusive visitantes de outras cidades e estados deverão baixar o aplicativo, efetuar o cadastro e emitir um QR Code. Há ainda a opção de apresentação da carteira de vacinação original aliada à documento com foto para comprovação de entrada.

Também será obrigatório o uso de máscara durante todo o percurso, exceto em operações de bares e restaurantes, seguindo as regras sanitárias válidas na cidade de São Paulo. Haverá medição de temperatura na entrada do evento e o circuito de visitação oferecerá diversos pontos de higienização, seja com álcool em gel, seja com pias montadas especialmente para lavagem das mãos, além de 4 banheiros funcionais, totalmente equipados.

 

SERVIÇO – CASACOR São Paulo 2021

Onde: Parque Mirante, na Rua Padre Antônio Tomás, 72, anexo ao Allianz Parque.

Quando: de 21 de setembro a 15 de novembro de 2021

Horário de funcionamento: Terça a Domingo das 12h às 22h

Bilheteria digital: https://casacor.byinti.com

Estacionamento no Local – Estapar
R﹩50,00 (período de 4 horas)
R﹩5,00 (por hora adicional)

Valores dos ingressos:
R﹩ 80,00 (Terça a Quinta) – Inteira
R﹩ 40,00 (Terça a Quinta) – Meia entrada
R﹩ 100,00 (Sexta Sábado, Domingo e Feriados)
R﹩ 50,00 (Sexta Sábado, Domingo e Feriados) – Meia entrada

Compra de ingresso de meia-entrada

– Idoso a partir de 60 anos
– Estudante apresentando o documento válido com foto ou recibo de pagamento.
– PCD e seu acompanhante (conforme lei 12.933/13).
– Professor da rede pública e privada, apresentando o documento válido com foto.
* Comprovação de meia-entrada será exigida na porta.

Importante:
Gratuidade de entrada para crianças com idade comprovada de até 10 anos.

1 (um) CPF pode comprar no máximo 10 ingressos.
A partir de 5 ingressos, parcelamento em 2 vezes.

Venda Grupo: Compras acima de 10 ingressos ou por CNPJ, envie e-mail para ajuda@byinti.co

compartilhe

Share on facebook
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on twitter
PUBLICIDADE

Você pode gostar

Assine nossa newsletter!

Receba avisos sobre novos artigos e novas edições do jornal.