UM NOVO RITMO: DEVAGAR

17 nov 2020 - 13h00 | atualizado em 17 nov 2020 13h04
jornal aQuadra - cultura - Jardins

À medida que nossa vida está cada vez mais acelerada e o tempo escasso, encontramos mais inspiração em momentos de tédio e na alegria de apreciar um novo ritmo: devagar.

 

Paradoxalmente, começamos a perceber os benefícios da lentidão, do silêncio e até do tédio, que estimulam o pensamento criativo e nos motivam a procurar novas metas e projetos.

 

A popularização da prática de atividades manuais aumenta o sentimento de calma, realização, e dá espaço para a criatividade.

 

O uso das mãos contribui para o resgate de uma medida de tempo mais humana. A dedicação ao artesanal nos obriga a deixar de lado a faceta multitarefa e focar apenas no trabalho manual e no presente. Esse esvaziamento de pensamentos e a eliminação das distrações contribuem para nosso bem-estar mental.

 

Dentro desse cenário, atividades artesanais ameaçadas estão sendo redescobertas e modernizadas por gerações mais novas, que desejam preservar e promover técnicas tradicionais como ponto cruz, cerâmica, tricô, crochê e bordado. Surge, assim, uma nova onda artesanal.

 

Vemos a produção de obras únicas, que apelam para nosso desejo de individualidade. Desejamos o que é agradável ao toque, feito à mão, com tempo e, acima de tudo, em outro ritmo: devagar.

Por Nina Giglio

 

Especialista em marketing na WGSN, bureau de tendências global

 

@WGSN.br WGSN.com

jornal aQuadra - cultura - Jardins
jornal aQuadra - cultura - Jardins

Ao lado, luvas de lã do projeto Linhas da Mão, de Renato Dib. Acima, Semente, da fotógrafa e artista visual Mari Queiroz. No topo, obra de Pedro Luiss, que integrou a exposição Um Fio Solto.

LUZ E MOVIMENTO

jornal aQuadra - cultura - Jardins

Pioneiro da arte cinética e considerado um dos principais artistas contemporâneos, o argentino Julio Le Parc é tema da retrospectiva Julio le Parc: da Forma à Ação. A mostra chega ao Instituto Tomie Ohtake depois de ter sido realizada, em 2016, no Pérez Art Museum Miami.

 

Com mais de cem obras, a exposição se divide em três seções temáticas. A primeira reúne trabalhos iniciais e inclui A Longa Marcha, um grupo de dez pinturas vibrantes que flutuam ao redor de uma parede arredondada. Na segunda parte estão caixas de luz, obras de contorção e os revolucionários labirintos-instalação. No último segmento, denominado “Jogo & Política de Participação”, a curadora Estrellita Brodsky explica que dissolve os muros físicos e ideológicos entre espectador, obra de arte e instituição.

 

Em 1958, Le Parc trocou Buenos Aires por Paris, onde foi um dos fundadores do Grupo de Pesquisa de Artes Visuais (Grav).

Julio Le Parc: da Forma à Ação

Instituto Tomie Ohtake

Rua Coropés, 88, Pinheiros, tel.: (11) 2245-1900

Até 25 de fevereiro de 2018. De terça a domingo, das 11h às 20h. Grátis

#dicasdeleituraesériesdosvizinhos

jornal aQuadra - cultura - Jardins

Quem lê: Maria Edith, endocrinologista Livro: A Invenção da Natureza, de Andrea Wulf, editora Alfred A. Knopf

jornal aQuadra - cultura - Jardins

Quem lê: Adriana Camasmie, vizinha Livro: Hibisco Roxo, de Chimamanda Adichie, editora Companhia das Letras

Jornal aQuadra - cultura - Jardins

Quem lê: Antonio Procópio, empresário Livro: Noite Sobre as Águas, de Ken Follett, editora Arqueiro

jornal aQuadra - cultura - Jardins

Quem vê: Flávio Pinheiro, vizinho Série: Mindhunter Gênero: suspense

jornal aQuadra - cultura - Jardins

Quem vê: Tetê Ribeiro, jornalista Série: Stranger Things Gênero: suspense

Fotos: divulgação

Últimas Notícias

jornal aQuadra - estilo - Jardins

Colecionadores de momentos

aQuadra mostra, com exclusividade, a incrível reserva artística da família Yunes Guarita, que começa a ganhar ares profissionais Por TATIANA REZENDE Fotos ROMULO FIALDINI À

jornal aQuadra - crônica - Jardins

Vizinhos de ontem e hoje

Por NINA HORTA Foto JADE GADOTTI Bairros. Afinal são importantes. Ao escolhêlos, de certo modo, moldamos nosso destino. Os vizinhos, os centros de compras, o

jornal aQuadra - estilo - Jardins

Colecionadores de momentos

aQuadra mostra, com exclusividade, a incrível reserva artística da família Yunes Guarita, que começa a ganhar ares profissionais Por TATIANA REZENDE Fotos ROMULO FIALDINI À

Fechar Menu